Um plano para comer proteína de alta qualidade com um baixo orçamento
Se você estiver em um orçamento, a compra de proteína de alta qualidade requer planejamento.

A demanda por produtos de origem animal eticamente elevados, como a carne de capim-alimentada, pasto-levantado, capturado e capturado localmente, e carne de origem local, aumentou drasticamente. Esta crescente consciência é grande, mas também pode ser caro.

comer-proteina-sem-gastar

Aqui estão minhas dicas para obter a mais qualidade e quantidade de sua proteína, mantendo um olhar atento sobre os dólares.
Proteína de alta qualidade não precisa quebrar o orçamento
Minimize os custos de carne de alta qualidade planejando com antecedência.

1. Assista suas porções – Comer Proteina Sem Gastar

Carne e peixe são muitas vezes criticados por ser insalubre ou ambientalmente taxando. Alguns estudos ligaram carne a doenças cardiovasculares ou câncer. Peixe obtém uma má fama devido a poluentes e sobre-pesca na indústria de frutos do mar. Essas preocupações são importantes. E cortar para trás em suas porções é uma boa solução.

Você não precisa de uma enorme porção de proteína em cada refeição. Uma porção de 200 gramas de carne alimentada com capim fornece cerca de 25g de proteína. Uma porção de 200 gramas de salmão capturado selvagem é igual a 32g de proteína. Cortar para trás a estas porções pode parecer drástico, mas você seria surpreendido em como satisfeito você pode ser quando você enche seu prato com outros alimentos da qualidade. Use uma escala de alimentos para ajudá-lo a ser objetivo.

2. Combine proteína animal com proteínas à base de plantas – Comer Proteina Sem Gastar

Uma grande porção de proteína animal deixa pouco espaço para as plantas. Isso é lamentável, porque eles oferecem grandes benefícios para a saúde, grandes poupanças e proteína adicional.

Quinoa, espinafre, feijão, sementes de chia e nozes são fontes especialmente boas. No entanto, as proteínas vegetais não são completas, o que significa que estão faltando um número das nove proteínas essenciais que nossos corpos não podem produzir. No entanto, se você também está comendo carne ou frutos do mar, você não precisa se preocupar com proteínas em falta. Por exemplo, digamos que você tenha 25g de proteína de 200 gramas de carne alimentada com capim e 10g de proteína dos alimentos vegetais em seu prato. Não só você está recebendo uma quantidade global decente de proteína, mas quase 3/4 da proteína é de uma fonte de alta qualidade e completa.

3. Saiba quando procurar vendas – Comer Proteina Sem Gastar

Você pode encontrar grandes promoções em peixes, dependendo da época. Peixe-selvagem, capturado de forma sustentável, de alta qualidade é geralmente congelado no barco. Isso significa que é extremamente fresco quando descongelado. As lojas de supermercado muitas vezes têm inventário de peixe que ainda está congelado quando a nova temporada chega em pleno andamento, o que significa que eles costumam colocar as transações à venda.

“Mesmo pequenos passos terão um efeito positivo sobre o meio ambiente, sua carteira e sua saúde.”

4. Comprar em massa – Comer Proteina Sem Gastar

Carne de vaca, carne de porco ou aves de capoeira alimentada com pasto, raramente está à venda. Para estas carnes, a compra em massa pode ser a melhor aposta para poupança. Talvez haja fazendas locais perto de você que oferecem descontos em massa. Se você tem o espaço do freezer, isto pode conservá-lo tanto quanto 30-40 por cento em comparação aos preços do mantimento. A carne congelada permanece boa no congelador por pelo menos seis meses, possivelmente mais. Verifique com açougueiros locais para ver se eles podem obter uma grande encomenda a um preço melhor, e ir congelados.

 

5. Experimente secas ou enlatadas – Comer Proteina Sem Gastar

Durante a maior parte da história, os seres humanos não tinham geladeiras. Preservar a comida é uma arte e uma ciência. Enquanto secagem e enlatamento não são perfeitos, eles apresentam uma maneira de obter proteína de alta qualidade a um preço decente. Conservas de salmão e bifes são duas boas opções. Enquanto o preço por quilo pode ser alto, você pode comprá-los quando na venda e eles vão durar muito tempo. Eu economizei 30 por cento fora da carne de vaca alimentada com capim comprando vinte embalagens de um fazendeiro local.

Conservas ou proteínas secas também é um backup sólido para aqueles momentos em que você não pode encontrar um bom negócio em fontes frescas. Conservas de salmão é uma excelente comida para colocar em uma salada ou misturar em um prato de massa.
 
Pequenos passos levam a grandes mudanças

O preço para proteínas de alta qualidade pode ser assustador, mas com o planejamento antecipado e compras sazonalmente, você pode fazê-lo por um preço razoável. Lembre-se que não é uma coisa de tudo ou nada. Mesmo pequenos passos terão um efeito positivo sobre o meio ambiente, sua carteira e sua saúde.