Como a musculação afeta a libid

0
26

Se você é como a maioria dos caras, muita da sua confiança está relacionada à sua libido. Então, perceber que sua libido começa a diminuir pode ser incrivelmente confuso. E para alguns, uma diminuição desta parte importante pode atrapalhar sua motivação ou vontade de viver.

Alguns homens têm impulsos naturalmente fracos – e isso é bem normal. No entanto, uma mudança súbita ou perceptível na sua libido é quase sempre um sinal de que algo está errado.

A boa notícia é que a maioria dos problemas de libido pode ser atribuída a uma causa específica, sem ser a musculação, e, portanto, resolvida. Aqui estão as 10 causas comuns de uma diminuição da libido, e o que você pode fazer para corrigir o problema.

1 – O estresse

A maioria dos homens cuja libido entra em colapso acha que deve haver uma causa médica por trás, mas o motivo mais comum é simplesmente o estresse. Pelo menos 3/4 dos casos de má libido vêm do estresse. Ironicamente, o sexo pode ser um bom apaziguador do estresse, mas se o seu nível de estresse for muito alto, você simplesmente não estará de bom humor.

A solução: todos nós sabemos que temos muito estresse em nossas vidas, mesmo que poucas pessoas façam alguma coisa sobre isso. Dê uma olhada honesta no seu nível de trabalho e estresse pessoal e prepare um plano para reduzi-lo. Reduzir o estresse às vezes pode parecer uma tarefa impossível, mas que melhor motivação pode haver do que recuperar seu desejo.

2 – Um estilo de vida pouco saudável

Se você não cuida das suas necessidades físicas básicas, sua libido será uma das primeiras coisas a desaparecer. Sono limitado, má alimentação, falta de exercício e abuso de drogas ou álcool são todos capazes de reduzir sua libido.

 

A solução: se você quer que seu corpo funcione da melhor maneira, você deve tratá-lo adequadamente e cuidar de si mesmo.

3 – Problemas médicos

Mesmo que os problemas médicos geralmente não sejam a causa dos distúrbios da libido, há uma série de problemas de saúde que podem reduzir sua libido ou até fazê-la desaparecer completamente. Esses problemas incluem: ansiedade, depressão, diabetes, doenças cardíacas, colesterol alto e problemas de tireóide.

A solução: marcar uma consulta com um médico para um exame. Ele ou ela pode diagnosticar você e dar-lhe mais sugestões para obter sua libido de volta aos trilhos.

4 – As drogas

Ora aqui está a parte realmente frustrante: Muitos problemas médicos que causam baixa libido devem ser tratados com medicamentos que podem diminuir ainda mais a sua libido. Irônico, não?

Aqui estão alguns dos medicamentos comuns que podem diminuir sua libido:

  • Antidepressivos e medicamentos anti-ansiedade
  • Anti-histamínicos
  • Drogas contra a pressão sanguínea
  • Finasterida (medicamento contra a queda de cabelo)
  • Medicação anti-colesterol
  • Analgésicos, incluindo opióides

A solução: se você já estiver tomando algum destes medicamentos, converse com seu médico sobre quaisquer efeitos colaterais que você notar. Seu médico pode prescrever medicamentos de substituição ou ajustar sua dosagem. É extremamente importante não procurar a automedicação, por isso certifique-se de falar primeiro com o seu médico.

5 – Níveis hormonais

Sua libido está fortemente relacionada aos seus níveis de testosteronaSeus hormônios podem falhar por uma variedade de razões, incluindo lesões, doenças e medicamentos. Suas taxas também diminuem naturalmente quando você tem mais de 30 anos.

A solução: peça ao seu médico para testar seus níveis hormonais. Seu médico pode prescrever terapia de testosterona ou outras intervenções para restaurar o equilíbrio de seus hormônios. Pense também em suplementos naturais para a libido , mesmo que o efeito seja menor.

 

6 – Problemas de relacionamento

Se você e seu parceiro tiverem muitas discussões, se houver muita tensão em seu relacionamento, você provavelmente notará que seu desejo está começando a diminuir. É difícil sentir desejo por alguém com quem você não se dá bem.

Se você ainda tem uma libido saudável quando se trata de masturbação, é um sinal de que seus problemas de relacionamento desempenham um papel maior do que você pensa.

A solução: é hora de procurar um terapeuta sexual.

7 – Expectativas na cama

Ambos os parceiros esperam que o homem seja sempre aquele que inicia e assume a liderança em questões de sexo. Mesmo que seja obsoleto, ainda persiste hoje. É uma tonelada de pressão para colocar nos ombros de um parceiro. Muitos homens estão se retirando em resposta a toda essa pressão.

A solução: tenha uma conversa honesta com seu parceiro sobre as dinâmicas que se desenvolveram entre você. Diga a ela que você gostaria que ela iniciasse o sexo com mais frequência.

8 – Ser rejeitado

Às vezes o homem é aquele com a mais alta libido. Ele tende a iniciar com mais frequência, simplesmente porque é ele quem mais o quer. Pode lhe ser negado o relacionamento, porque seu parceiro não tem tanta libido como ele. Com o tempo, ele começa a sentir o sentimento de rejeição. E finalmente, esse ressentimento começa a sufocar sua libido.

A solução: fale com o seu parceiro e peça-lhe para iniciar o relacionamento físico com mais frequência. Se as coisas ficarem muito tensas entre vocês dois, encontre um sexólogo para ajudá-lo.

9 – Problemas de desempenho

Se você tem dificuldades de ereção ou orgasmos muito rápidos, pode parecer mais fácil evitar completamente o sexo. Você nem quer correr o risco de não ter uma ereção, chegar cedo demais, ou não conseguir a manter.

A solução: trabalhe com um terapeuta sexual para ajudá-lo a controlar melhor sua ereção e o orgasmo. Os problemas de desempenho costumam ser um problema de relacionamento, mesmo que apenas uma pessoa tenha sintomas físicos. Vá ver um terapeuta sexual com seu parceiro. É muito mais eficiente, e é um alívio saber que não é só sua culpa.

10 – Esporte demais (como a musculação)

A prática de uma atividade esportiva muito intensa tende a reduzir os níveis de testosterona e, portanto, a libido dos homens. No entanto, a prática de uma atividade física mais moderada teria o efeito oposto.

A solução: reduza a intensidade do seu esporte e tenha mais tempo para se recuperar.

Fontes:

https://www.bodybuilding.com/workout-plans

https://www.muscleandstrength.com/workout-routines

https://www.muscleandfitness.com/workouts/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here