Pesquisas sobre creatina

0
38

 Novos Dados sobre o Suplemento Mais Popular do Mundo – A Creatina

Creatina tem sido apontado como um dos mais essenciais suplementos, mas o que a pesquisa mais recente tem a dizer sobre isso?
Os efeitos da creatina não são nada de novo. Como um dos suplementos mais pesquisados no mercado, ele deve ser uma parte de qualquer pilha de suplementos de levantadores sérios.

Não só tem sido oficialmente comprovada para trabalhar por músculos em sua academia local, também é um superstar na clínica, produzindo resultados reais, substanciais quando se trata de massa muscular e ganhos de força.

Vejamos não só os benefícios experimentados e verdadeiros da creatina, mas também quais novas informações foram encontradas sobre este super suplemento de construção de força.

O que mais tem para oferecer seu sangue, suor e lágrimas no ginásio e como você pode se beneficiar?

CREATINA: BREVE VISÃO GERAL

Creatina é um suplemento usado por muitos atletas e culturistas para ajudar a aumentar o desempenho do treinamento de alta intensidade. Feito de 3 aminoácidos (metionina, arginina e glicina), a creatina ajuda a repor as nossas lojas ATP (adenosina trifosfato) uma vez que tenham sido esgotadas. Isso, por sua vez, nos permite treinar mais e recuperar mais rapidamente entre períodos de exercício.

Ele aumenta os níveis de força, massa muscular e até mesmo auxilia na recuperação entre conjuntos de exercícios. Como uma substância natural encontrada em nossas células musculares também é feita pelo fígado e também ingeri-lo de nossa dieta.

Algumas fontes dietéticas incluem peixe e carne vermelha; No entanto, complementar é a maneira mais fácil e mais conveniente para atingir níveis ideais, uma vez que o alimento contém muito pouco. Por exemplo, uma meia libra de carne pode conter apenas 1 grama de creatina apenas. Assim, complementar é necessário para colher o benefício total.

DOSES DE CREATINA

Existem duas escolas de pensamento quando se trata de dosagem. Os tradicionalistas lá fora sublinham que uma fase de carregamento precisa preceder uma fase de manutenção. Esta fase de carga pode conter até 20 gramas de creatina em pó por dia, dividida em quatro doses de 5 gramas. Uma vantagem deste método é um início repentino de plenitude muscular e um ganho de peso bastante rápido.

A outra escola de pensamento é simplesmente começar com uma dose de manutenção de 3 a 5 gramas, duas vezes ao dia – uma vez antes do treinamento e uma vez mais pós-treinamento. Qual é superior? Muitos estudos têm apontado que a fase de carga é desnecessária em ensaios longitudinais. Em outras palavras, os mesmos resultados finais foram registrados com ambos os protocolos.

pesquisas-sobre-creatina
Outro fator a considerar é o tipo de creatina a tomar. Com tantas formas inundando o mercado (citrato, éster etílico, nitrato, malato e piruvato só para citar alguns) qual é o mais eficaz?

A linha inferior é que a pesquisa, mais uma vez, dita que a bom e velho monohidrato de creatina ainda é a forma mais eficaz. Não só isso é uma boa notícia para reduzir a confusão, é também uma grande notícia para sua carteira, uma vez que você ainda pode obter monohidrato de creatina a um preço excelente na maioria das lojas de suplemento.

Como a ciência tenta fazer uma versão ainda melhor da creatina, basta ficar com as coisas simples para os melhores resultados de desempenho.

Pesquisa científica feita sobre a creatina

Junto com muitos dos benefícios acima mencionados de creatina (a maioria dos quais são relacionados com a construção muscular) também recentemente foi descoberto que também pode agir como um antioxidante, melhorar a tolerância à glicose, aumenta o fluxo sanguíneo periférico e gasto de energia de repouso, diminui a atividade da miostatina , E melhorar o desempenho cognitivo.

Antioxidante: Embora não inteiramente conclusivo, creatina tem mostrado sinais em alguns estudos para limpar radicais livres. Agora, o impacto que isso pode ter no suporte ATP ainda não é conhecido e mais estudos precisam ser realizados, mas a pesquisa anedótica é promissor.

Melhora a tolerância à glicose: Alguns estudos recentes sugerem que a creatina pode aumentar a tolerância à glicose juntamente com o exercício aeróbio, o que significa que o metabolismo da glicose pode ser melhorado 2. Isto não indicou, contudo, que aumentou a sensibilidade à insulina para estudos adicionais podem ser justificados.

Aumenta o fluxo sanguíneo periférico e o gasto energético de repouso: Uma vez que a creatina aumenta a supercompensação do glicogênio, aumentará naturalmente o fluxo sanguíneo e os processos metabólicos associados às células musculares 3.

Diminui a atividade da miostatina: A miostatina é um regulador catabólico do tecido muscular. Basicamente, ele impede o seu corpo de ganhar muito músculo – bloqueia o crescimento muscular. Recentemente, a creatina demonstrou diminuir os níveis de miostatina 4. Alguns pesquisadores falam que esta é a razão pela qual você ganha massa muscular e força, enquanto no suplemento.

Melhora o desempenho cognitivo: A creatina tem mostrado resultados promissores em relação à recordação da memória e testes de inteligência – ambos exigindo velocidade de processamento 5. Os cientistas não estão exatamente certo por que isso é, mas alguns dizem que o aumento do fluxo sanguíneo poderia ser um fator contribuinte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here