Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

0
161

10 dicas e técnicas para um treinamento que maximize seus peitos.

Transforme seu peito em um que você pode bater seus punhos contra como King Kong. Comece por tirar o máximo proveito de seus exercícios de peito com essas 10 dicas!
Dia do peito.

É o dia de treinamento mais popular da semana.

A maioria dos treinadores agendam peito para segundas-feiras, porque eles querem começar sua semana de treino com um grupo muscular que gostam de treinamento.

Para os homens, ter um peito grande e poderoso com estrias pode fazer uma declaração poderosa. Obviamente, muitas mulheres como o treinamento de peito também e quer ter uma parte superior do corpo forte.

Independentemente de suas razões para fazê-lo, o dia do peito é um grande dia na semana de treinamento.

Agora, este parece ser o início de um artigo de treino e é, mas não um com um plano de treino.

O objetivo deste recurso é ajudá-lo a maximizar a qualidade desse treino.

Se você gosta do supino plano ou odeia, se você treinar para a força, hipertrofia ou perda de gordura, manter essas dicas em mente no seu próximo treino de peito e você vai colher os benefícios de um treino muito maior.

1. AQUECE-SE COMPLETAMENTE – Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

Não, não pule isso. Continue lendo. Você leu e ouviu falar sobre a importância do aquecimento, mas você realmente leva a sério? Eu não significo andar no elíptico, fazendo alguns estiramentos, e levantando a barra para algumas repetições. Use poucos minutos de andar ou pedalar para visualizar o que você planeje em fazer esse dia.

Esticar todo o corpo com ênfase extra sobre os peitos para maximizar a flexibilidade e certifique-se de realizar repetições s de qualidade com algum peso leve para dar essas fibras bom aviso que eles estão em uma luta. Se este processo não levá-lo pelo menos 10 minutos, então você não está levando a sério o suficiente.

dicas-para-o-treino-de-peito

15 minutos seria melhor e isso incluiria 5 minutos para um aquecimento aeróbico, 5 minutos para alongamento e 5 mais para a levantar barra sem pesos.

2. PREPARAR COM PRÉ-EXAUSTÃO – Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

Exercícios compostos, ou exercícios que usam articulações múltiplas como os cotovelos e ombros, são fundamentais para o treinamento no peito. Então, por todos os meios mantenha em seu plano. No entanto, se o seu objetivo é se concentrar no peito, em oposição a empurrar, então você deve considerar pré-esgotando do peito com um movimento de isolamento como pec-deck ou crossovers.

Cometer o seu primeiro par de conjuntos para um movimento de isolamento especificamente focado em seu peito pode ajudá-lo a estabelecer uma conexão mente-músculo que pode ajudar a melhorar a eficácia dos conjuntos que se seguem. Não deixe de colocar peso aqui também. Adicione alguma resistência e faça os peitos trabalharem.

3. EXECUTAR EFICAZMENTE – Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

Observe como a próxima dica é redigida. Não menciona forma, mas sim executar. Sim, aprender a forma básica de todos os exercícios é muito importante para os iniciantes para que eles tenham uma compreensão de como o exercício funciona e pode aprender como os músculos se sentem ao ser colocado sob estresse.

Se você esteve no jogo por um tempo, então você deve entender que você pode precisar ajustar o movimento para ajudar a melhorar a qualidade das contrações musculares. Vamos tomar a imprensa de halter inclinado como um exemplo. A forma básica é segurar os halteres com as palmas voltadas para longe de você para que eles sejam horizontais.

Talvez você descobriu que, se você segurá-los em um ângulo leve, então você pode sentir os peitos trabalharem mais. Se isso é o que você encontrou, continue fazendo em todos os treinos.

Antes de continuar, vamos ser claros. Esta NÃO é uma desculpa para você usar a forma descuidada. Você ainda precisa usar um intervalo decente de movimento e você não pode ignorar o básico.

4. UTILIZAR TODAS AS FERRAMENTAS – Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

Alguns caras vão dizer que os halteres são os melhores. Outros podem dizer barras e outros vão advogar para máquinas. Quem disse que você só pode usar um? A maioria dos programas que desenvolvo enfatizam os benefícios de todas as opções da academia. Eu abro com barra porque ambos os lados estão trabalhando juntos para empurrar um objeto de modo que significa que eu posso usar mais peso.

Então eu uso halteres porque força cada lado do peito para trabalhar por conta própria. Depois disso, eu incorporo uma máquina. Devido ao padrão fixo de viagem, posso maximizar a contração e o estiramento de cada representante, minimizando as chances de lesão. Finalmente, eu uso outra máquina ou um exercício de peso corporal como mergulhos ou flexões, porque eu sinto que os exercícios de peso corporal fazem para um grande finalizador.

Agora você pode seguir esse padrão ou usar um dos seus próprios, mas o ponto é que você não deve colocar demasiada ênfase em um tipo de resistência. Colher os benefícios que cada oferta para que você possa dar-se tantas opções quanto possível para ter um treino bem sucedido.

5. FOCO! – Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

Imagine Dwayne “The Rock” Johnson gritando  enquanto você está entre os sets. Quando você está no ginásio ou sala de musculação você tem duas opções. Você pode tentar ser popular ou você pode se concentrar no trabalho de formação, fazer ganhos duradouros e de forma constante.

 

Agora não seja um idiota e apenas ignore as pessoas. Se alguém diz hey para você ou pedir um lugar, é legal para responder ou ajudar um companheiro a levantar mais peso. Só não use isso como uma desculpa para fazer uma pausa de dez minutos que não ajuda ninguém. Isso significa que seus músculos vão perder a sua bomba e você terá que aquecer de volta. Entre, treine, e se você tiver o tempo depois que o treino acabar, converse com ele enquanto toma uma bebida de recuperação.

6. PRESTE ATENÇÃO À VELOCIDADE – Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

Levantar não é como a NASCAR. Você não está tentando superar os sets o mais rápido possível. Se você é, você está fazendo errado. Cada aspecto do movimento tem seus benefícios e ter o melhor treino possível, você precisa tirar proveito de todos eles.

Obviamente, a contração é quando você pressiona ou levanta o peso. Neste ponto você está apertando o músculo. Quando você está fazendo isso você deve se certificar de que você controla o peso e que o peso não controla você. Uma vez que o peso é levantado, tomar esse momento para espremer o peitos. Bodybuilders fazem isso para adicionar densidade e dureza.

 

Em seguida vem a parte mais desafiadora do elevador, o negativo. Lutando contra a gravidade e controlando a velocidade de como você reduzir o peso vai derrubar as fibras mais do que apenas deixá-los cair. Isso é necessário para que o peito pode crescer enquanto você está se recuperando.

Finalmente, quando o peso está na parte inferior, você deve sentir um estiramento por um segundo. Isso ajuda a esticar a fáscia em torno das fibras musculares produzindo mais espaço para bombear sangue adicional para eles. Se cada repetição levar cerca de cinco ou seis segundos, você vai ter um conjunto difícil, mas positivo.

7. REPETIÇÕES VARIADAS – Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

Este debate é semelhante ao debate sobre o equipamento a utilizar. Existem alguns caras que vão defender os movimentos mais baixos e outros que dizem que você precisa para ir mais alto. Novamente, por que não fazer os dois?

Os movimentos na faixa de 4-7 podem ajudá-lo a melhorar a força. Conjuntos de 8-12 repetições podem levar a benefícios de hipertrofia. Finalmente, conjuntos de escalas de repetição superiores como 20, 25 ou mesmo 50 repetições podem melhorar a resistência muscular e também proporcionar um desafio aeróbio.

Existem programas que incluem todos estes tipos de intervalos de repetições ao longo de algumas semanas. Há também programas que usá-los durante todo o treino. Experimente ambas as estratégias e veja qual é o melhor para você.

8. A INTENSIDADE É IMPORTANTE – Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

Estou disposto a apostar que o pensamento que passou pela sua cabeça quando você lê a palavra “intensidade” é algo como um cara grande gritando, batendo, grunhindo com cada movimento. No entanto, não é disso que eu estou falando.

Melhorar a intensidade de treinos no peito é importante

Quero dizer, estratégias de treinamento como drop sets, rest-pause e supersets. Se você não está desafiando a si mesmo, então você não verá o progresso. É simples assim. Se você terminar um jogo e você sente que você tem algo deixado no tanque, adicione um destes impulsionadores para empurrar-se. Seu peito se beneficiará desta intensidade extra.

9. Quanto mais ângulos melhor – Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

Por muito tempo as pessoas têm associado treinamento de peito em três ângulos: inclinação, declínio e plano. Só porque o exercício pode chamar para você executá-lo em uma inclinação, você não tem que estar em um ângulo de 45 graus.

Tente executar inclinação com barras presas, colocando um banco plano em um rack de agachamento. Isso pode ser apenas um ângulo de 5 graus, mas ainda pode ser eficaz. Você pode fazer o mesmo com máquinas. Ajuste como você se senta ou onde você coloca as alças se for uma máquina ajustável.

10. A RECUPERAÇÃO É CRUCIAL – Treinamento de Peito – Dicas e técnicas

Só porque você terminar o último representante não significa que você deve apenas esquecer sobre o dia do peito. Por muito tempo agora, tem havido mais atenção paga para o início do treino graças aos suplementos pré-treino e ter energia insana quando você está se preparando para levantar.

Faça esse mesmo compromisso com a recuperação tomando suas proteínas, carboidratos, creatina e glutamina assim que o treinamento acabar. Comprometer-se a mais alongamento para que o peito tenha a melhor oportunidade para crescer e recuperar. O objetivo é melhorar e recuperação é vital para que isso aconteça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here